quinta-feira, 17 de maio de 2012

Quero tudo inédito


"Quero uma primeira vez outra vez. Um primeiro beijo em alguém que ainda não conheço, uma primeira caminhada por uma nova cidade, uma primeira estréia em algo que nunca fiz, quero seguir desfazendo as virgindades que ainda carrego, quero ter sensações inéditas até o fim dos meus dias."
Medeiros, Martha


Martha Medeiros me inspira. Nessas frases, nessas palavras está verbalizado o que espero para minha vida. Quero me abrir ao novo, ao inesperado. Quero as borboletas no estômago, a falta de ar, o dormir e acordar pensando, o sorrir por nada, os olhos brilhando... Quero o amor de volta. Quero amar e ser amada novamente. Quero os sussurros, os abraços, o carinho, o cuidado. Quero alguém sem medo de ser e de ter. Alguém que me olhe nos olhos e enxergue minha alma, que a compreenda, saiba que ela tem defeitos e mesmo assim acredite que valha a pena estar ao meu lado.

Quero alguém que não tenha medo de ser quem é, que não tenha medo de me ter ao seu lado, que não tenha medo do amor, que ouse viver. Alguém que não use máscaras, que não esconda histórias, pessoas, medos. Quero alguém que se mostre, que acredite em si, que acredite na vida, no amor, no poder da gargalhada. Alguém que encare a vida de frente e não se acovarde ao se olhar no espelho.

Quero sinceridade, sentimento, verdade, parceria. Quero construir uma história sem me preocupar com o fim que ela terá, pois o vive-la dia pós dia será sempre maravilhoso, único e especial. Quero ter problemas, desespero, críticas, quero até chorar, pois sei que tudo isso me fará crescer e me tornar melhor.

Quero ter coragem de viver, de ser, de amar, de demonstrar o que sinto. Também quero ser verdade, quero ser parceira, quero jogar limpo.

Vivi tantas experiências que fracassaram, que me decepcionaram, me machucaram. Acredite em tantas mentiras. Vi tantas máscaras caírem. Alimentei tantos medos, tantas ilusões, mas nada disso me fez desacreditar no amor.
Tudo isso serviu para me mostrar o que eu não quero, o que não me faz bem e direcionar minhas futuras escolhas.

Hoje eu tenho paz no meu coração. Sei exatamente quem sou, onde quero chegar, e principalmente, que tipo de companhia eu quero ter. Pode ser que eu me decepcione de novo, mas viver tem dessas coisas.

O fato é que eu e o amor temos um encontro marcado, e assim como bem escreveu Martha Medeiros, quero ter sensações inéditas, mas quero pessoas inéditas, pois essa pessoa aqui talvez tenha se redescoberto, logo seja inédita também.