domingo, 27 de novembro de 2011

Para Viver Um Grande Amor


Para viver um grande amor, preciso é muita concentração e muito siso, muita seriedade e pouco riso — para viver um grande amor.

Para viver um grande amor, mister é ser um homem de uma só mulher; pois ser de muitas, poxa! é de colher... — não tem nenhum valor.

Para viver um grande amor, primeiro é preciso sagrar-se cavalheiro e ser de sua dama por inteiro — seja lá como for. Há que fazer do corpo uma morada onde clausure-se a mulher amada e postar-se de fora com uma espada — para viver um grande amor.

Para viver um grande amor, vos digo, é preciso atenção como o "velho amigo", que porque é só vos quer sempre consigo para iludir o grande amor. É preciso muitíssimo cuidado com quem quer que não esteja apaixonado, pois quem não está, está sempre preparado pra chatear o grande amor.

Para viver um amor, na realidade, há que compenetrar-se da verdade de que não existe amor sem fidelidade — para viver um grande amor. Pois quem trai seu amor por vanidade é um desconhecedor da liberdade, dessa imensa, indizível liberdade que traz um só amor.

Para viver um grande amor, il faut além de fiel, ser bem conhecedor de arte culinária e de judô — para viver um grande amor.

Para viver um grande amor perfeito, não basta ser apenas bom sujeito; é preciso também ter muito peito — peito de remador. É preciso olhar sempre a bem-amada como a sua primeira namorada e sua viúva também, amortalhada no seu finado amor.

É muito necessário ter em vista um crédito de rosas no florista — muito mais, muito mais que na modista! — para aprazer ao grande amor. Pois do que o grande amor quer saber mesmo, é de amor, é de amor, de amor a esmo; depois, um tutuzinho com torresmo conta ponto a favor...

Conta ponto saber fazer coisinhas: ovos mexidos, camarões, sopinhas, molhos, strogonoffs — comidinhas para depois do amor. E o que há de melhor que ir pra cozinha e preparar com amor uma galinha com uma rica e gostosa farofinha, para o seu grande amor?

Para viver um grande amor é muito, muito importante viver sempre junto e até ser, se possível, um só defunto — pra não morrer de dor. É preciso um cuidado permanente não só com o corpo mas também com a mente, pois qualquer "baixo" seu, a amada sente — e esfria um pouco o amor. Há que ser bem cortês sem cortesia; doce e conciliador sem covardia; saber ganhar dinheiro com poesia — para viver um grande amor.

É preciso saber tomar uísque (com o mau bebedor nunca se arrisque!) e ser impermeável ao diz-que-diz-que — que não quer nada com o amor.

Mas tudo isso não adianta nada, se nesta selva oscura e desvairada não se souber achar a bem-amada — para viver um grande amor.

Vinicius de Moraes

sábado, 26 de novembro de 2011

Cuidar de Mim




"Vou cuidar de mim. De mim, do meu coração e dessa minha mania de amar demais, de querer demais, de esperar demais..."

Caio Fernando Abreu


A vida está muita corrida. Estou fazendo concursos e com problemas sério no trabalho. O coração está na mesma. Tentando se acertar com o ser amado.






terça-feira, 15 de novembro de 2011

Eu choro





‎"Que Deus ouça também as preces que lhe dirijo quando só consigo chorar e, mesmo depois de já ter chorado muito, tenho a sensação de ainda não ter chorado tudo."

Ana Jácomo


Hoje tive, mais uma vez, dimensão do quanto você é importante em minha vida, o quanto te quero sempre perto de mim, seu afago, seu cheiro, seu abraço. Sei que nada foi decidido ou combinado entre nós, mas nada do que se passa dentro do meu coração foi colocado pra fora. O que mais quero nesse momento é que tudo continue como está.

Hoje todas as "fichas caíram" e todos os medos vieram à tona, mas não darei espaço para nenhum sentimento ruim, aguardei até hoje, briguei com todos os meus sentimentos, e não os sufoquei em vão. Quero você. Quero pelo menos olhar nos seus olhos e dizer tudo o que se passa aqui dentro no meu coração. Temi fazer isso até hoje por tudo que passamos e acredito que tenha outras coisas pra serem tratadas, mas a possibilidade da perda faz tudo mudar. Seguirei firme, não desistirei. Que tudo permaneça como está.

Papai do Céu olhe por mim.

domingo, 6 de novembro de 2011

Tempo és uns dos Deuses mais lindos



Eu sempre soube que em algum momento as coisas entrariam nos eixos, que era tudo uma questão de tempo.
Em agosto a paz invadiu o meu coração e aqui habita e habitará por muito tempo.
A paz que eu sinto é a certeza de que tudo sempre termina bem quando se tem certeza do que se quer. Ter quem se quer bem por perto é maravilhoso e me faz muito feliz. Que eu consiga desmanchar todas a malas que pesam e paralisam e, assim, seguir nesse caminho de conquistas e felicidade. Sei que não será fácil, mas não desistirei.

"...Me espera amor que estou chegando,
Depois do inverno a vida em cores,
Me espera amor nossa temporada das flores..."
Leoni