segunda-feira, 21 de junho de 2010

Que Vontade...



Que vontade de jogar tudo o que criei como verdade para o alto e correr em busca do que pulsa em meu coração.
Que vontade de dizer que não posso estar próxima a você, pois você mexe comigo, mais do que suponho.
Que vontade de dizer tudo o que se passa, dizer o que sinto e me entregar ao meu sentimento de verdade, como há muito não faço.
Que vontade de dizer que você não sai da minha cabeça e que por mais que tente afirmar o contrário, sua existência tem um significado especial em minha vida.
Que vontade de dizer que mais uma vez tentei tirá-lo da minha vida, mas não consegui.
Que vontade de assumir que não tenho mais forças para brigar com a verdade nua e crua do meu coração.
Que vontade de quando te encontrar te dar um abraço de urso, olhar em seus olhos e te beijar longamente.
Que vontade e saudade do seu cafuné, do seu cheiro, do seu toque.
Que vontade de não pensar nas conseqüências dos meus atos e atirar nos escuro e “te ganhar ou perder sem engano”.
Que vontade de ceder aos meus desejos e instintos. De realizar loucuras ao seu lado.
Que vontade das aventuras de antes, dos olhares de desejo, dos sussurros, do fingir que não nos desejávamos quando o fogo queimava em nós.
Que vontade de você... Que vontade de nós.
Que vontade...

terça-feira, 15 de junho de 2010

Futuro x Passado... Em sonhos.


Meus sonhos sempre me mostram certos acontecimentos antes de sua ocorrência e, creio que mais uma vez, Deus me deu a chance de ver o que iria acontecer e conduziu sem que eu percebesse os fatos, para quem sabe, tudo ser mais fácil. Eles me assustam, mas no fundo sei que tudo é para me mostrar que há um plano maior para os acontecimentos independente das minhas fugas, de certas pessoas e circunstâncias, mas insisto em não seguir meu coração. Não entendo a razão de ter sonhado com isso em fevereiro/março e ver tudo acontecendo agora, me aflige, mas no fundo gostaria que as coisas acontecessem logo. Fosse, para que de fato, sentisse o que se passa dentro de mim, fosse para encerrar logo isso.
Tantas possíveis razões e explicações para isso, mas nenhuma consegue me explicar que ligação é essa que tenho com “um certo” alguém a ponto de enxergar esses fatos.
Até que ponto minha vida se cruza com a dessa pessoa? Até que ponto essa pessoa está ligada a mim? Até que ponto eu estou ligada a essa pessoa? Até que ponto nosso envolvimento foi um mero acaso? Será que realmente tinha que acontecer? E se tinha, por quê? Será que deveria ter contato antes? Mas não é nenhuma tragédia e sei que não sou vidente, nem acredito nisso.
Tudo está muito confuso. São muitos questionamentos. Quero deixar as coisas fluírem normalmente, mas me pergunto o tempo todo o que Deus quer de mim. O que eu tenho que fazer para entender e fazer com que tudo seja conduzido da melhor forma.
Espero que tudo se esclareça logo.


*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*
-*-*-*-*

Notícias breves:
• O anjo negro voltou para minha vida (tmb sonhei com isso), mas já sei foi. Ainda gosto muito dele, mas acabou. Cansei.


• Meu pai biológico morreu com câncer mês passado. Apesar de não ser ligada a ele senti bastante sua partida e principalmente pela forma que foi. Mais um câncer.


• Fui transferida de setor. Estou agora trabalhando em algo mais próximo à minha profissão. Contente por isso. É um desafio muito bom.


• Comecei um MBA em contabilidade e controladoria. Estou gostando.


• Meu coração parece que apronta mais uma comigo. Percebo que meu passado ainda está bem presente, mas dessa vez não sofro por isso, quero que tudo aconteça de acordo com a vontade d’Ele.


Em breve estarei de volta com um post mais interessante e menos confuso.


Bjoks