terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Não quero "bengalas", pois acredito no AMOR.



A cada dia que passa tenho mais certeza de que eu sou uma pessoa diferente na maneira de ser e de pensar.
Hoje vejo tanta gente carente de atenção, de carinho, procurando a todo custo alguém para suprir suas fraquezas, seus medos, alguém para se apoiar como se fosse uma bengala. Quando pensam em se relacionar com alguém é isso que motiva a busca. Vejo homens frustrados, pois todos os amigos estão comprometidos e ele não. Vejo mulheres também, mas tenho visto mais homens. E assim as pessoas se casam, sem nenhum sentimento, apenas para ter companhia. E o sentimento onde fica?
Nessa hora vejo qualquer problema acabar com um casamento. Qualquer aventura se tornar uma paixão e, qualquer coisa é motivo para separação, dor, ofensas. E se esse relacionamento gerou filhos são esses os que mais sofrem com a irresponsabilidade dos adultos que só não queriam ficar só.
E tem também o fato de que uma das partes pode, de fato, estar amando a outra e não há o menor respeito ou consideração pelos sentimentos alheios.
No ano que passou fui pedida em casamento e em namoro por pessoas distintas. Não aceitei, obviamente, nenhum dos dois pedidos. Não gosto de nenhum dos dois o suficiente para ter qualquer compromisso. Aceitar um pedido de namoro é dar o aval para essa pessoa conhecer sua vida, sua família, seus amigos! Eu só permito que alguém tenha a honra de fazer parte da minha vida se essa pessoa merecer, se eu gostar, se for agregar valores à minha história de vida. Trazer alguém para minha vida é algo muito importante que pode mudá-la para sempre para o bem ou para o mal, logo tenho que fazer isso guiada por um sentimento verdadeiro e não por carência afetiva.
Se não está se entendendo consigo mesmo meu caro, procure um psicólogo, faça análise, mude de religião, de vida se necessário for, mas não queira me usar como escudo, para se defender dos seus medos, suas fraquezas e de si próprio. Cresça primeiro. Encontre as respostas que tanto busca. Mude de comportamento. Caso as coisas não estejam dando certo por esse caminho, tente outro. Mas se encontre, para então encontrar o amor, pois uma hora, sem dúvida, ele vem. E quando chegar a força e a certeza do que se é e, do que se quer é fundamental.
Podem me chamar de romântica, idealista, hollywoodiana, sonhadora... Não ligo. Eu creio no amor. E por ele toda espera vale a pena.

domingo, 27 de novembro de 2011

Para Viver Um Grande Amor


Para viver um grande amor, preciso é muita concentração e muito siso, muita seriedade e pouco riso — para viver um grande amor.

Para viver um grande amor, mister é ser um homem de uma só mulher; pois ser de muitas, poxa! é de colher... — não tem nenhum valor.

Para viver um grande amor, primeiro é preciso sagrar-se cavalheiro e ser de sua dama por inteiro — seja lá como for. Há que fazer do corpo uma morada onde clausure-se a mulher amada e postar-se de fora com uma espada — para viver um grande amor.

Para viver um grande amor, vos digo, é preciso atenção como o "velho amigo", que porque é só vos quer sempre consigo para iludir o grande amor. É preciso muitíssimo cuidado com quem quer que não esteja apaixonado, pois quem não está, está sempre preparado pra chatear o grande amor.

Para viver um amor, na realidade, há que compenetrar-se da verdade de que não existe amor sem fidelidade — para viver um grande amor. Pois quem trai seu amor por vanidade é um desconhecedor da liberdade, dessa imensa, indizível liberdade que traz um só amor.

Para viver um grande amor, il faut além de fiel, ser bem conhecedor de arte culinária e de judô — para viver um grande amor.

Para viver um grande amor perfeito, não basta ser apenas bom sujeito; é preciso também ter muito peito — peito de remador. É preciso olhar sempre a bem-amada como a sua primeira namorada e sua viúva também, amortalhada no seu finado amor.

É muito necessário ter em vista um crédito de rosas no florista — muito mais, muito mais que na modista! — para aprazer ao grande amor. Pois do que o grande amor quer saber mesmo, é de amor, é de amor, de amor a esmo; depois, um tutuzinho com torresmo conta ponto a favor...

Conta ponto saber fazer coisinhas: ovos mexidos, camarões, sopinhas, molhos, strogonoffs — comidinhas para depois do amor. E o que há de melhor que ir pra cozinha e preparar com amor uma galinha com uma rica e gostosa farofinha, para o seu grande amor?

Para viver um grande amor é muito, muito importante viver sempre junto e até ser, se possível, um só defunto — pra não morrer de dor. É preciso um cuidado permanente não só com o corpo mas também com a mente, pois qualquer "baixo" seu, a amada sente — e esfria um pouco o amor. Há que ser bem cortês sem cortesia; doce e conciliador sem covardia; saber ganhar dinheiro com poesia — para viver um grande amor.

É preciso saber tomar uísque (com o mau bebedor nunca se arrisque!) e ser impermeável ao diz-que-diz-que — que não quer nada com o amor.

Mas tudo isso não adianta nada, se nesta selva oscura e desvairada não se souber achar a bem-amada — para viver um grande amor.

Vinicius de Moraes

sábado, 26 de novembro de 2011

Cuidar de Mim




"Vou cuidar de mim. De mim, do meu coração e dessa minha mania de amar demais, de querer demais, de esperar demais..."

Caio Fernando Abreu


A vida está muita corrida. Estou fazendo concursos e com problemas sério no trabalho. O coração está na mesma. Tentando se acertar com o ser amado.






terça-feira, 15 de novembro de 2011

Eu choro





‎"Que Deus ouça também as preces que lhe dirijo quando só consigo chorar e, mesmo depois de já ter chorado muito, tenho a sensação de ainda não ter chorado tudo."

Ana Jácomo


Hoje tive, mais uma vez, dimensão do quanto você é importante em minha vida, o quanto te quero sempre perto de mim, seu afago, seu cheiro, seu abraço. Sei que nada foi decidido ou combinado entre nós, mas nada do que se passa dentro do meu coração foi colocado pra fora. O que mais quero nesse momento é que tudo continue como está.

Hoje todas as "fichas caíram" e todos os medos vieram à tona, mas não darei espaço para nenhum sentimento ruim, aguardei até hoje, briguei com todos os meus sentimentos, e não os sufoquei em vão. Quero você. Quero pelo menos olhar nos seus olhos e dizer tudo o que se passa aqui dentro no meu coração. Temi fazer isso até hoje por tudo que passamos e acredito que tenha outras coisas pra serem tratadas, mas a possibilidade da perda faz tudo mudar. Seguirei firme, não desistirei. Que tudo permaneça como está.

Papai do Céu olhe por mim.

domingo, 6 de novembro de 2011

Tempo és uns dos Deuses mais lindos



Eu sempre soube que em algum momento as coisas entrariam nos eixos, que era tudo uma questão de tempo.
Em agosto a paz invadiu o meu coração e aqui habita e habitará por muito tempo.
A paz que eu sinto é a certeza de que tudo sempre termina bem quando se tem certeza do que se quer. Ter quem se quer bem por perto é maravilhoso e me faz muito feliz. Que eu consiga desmanchar todas a malas que pesam e paralisam e, assim, seguir nesse caminho de conquistas e felicidade. Sei que não será fácil, mas não desistirei.

"...Me espera amor que estou chegando,
Depois do inverno a vida em cores,
Me espera amor nossa temporada das flores..."
Leoni


segunda-feira, 24 de outubro de 2011

O melhor abraço.




Um simples encontro, um cinema, um jantar com você se torna o compromisso mais importante, o evento mais esperado. É um tal de experimentar roupas. Quase todas as que estão no armário, todos os tipos: vestido, saia, bermuda, calça, shortinho, blusinha com decote, sem decote... E nada parece “me mostrar” de verdade, pois o que eu realmente quero mostrar está bem aqui dentro de mim, guardado em meu coração.
Chego mais cedo que o combinado. Quando você chega te avisto ao longe e sinto minha perna bamba, um frio na barriga e o coração que parece que saltará pela boca. Disfarço, finjo que não vi, que leio o cartaz do cinema, mas na verdade foi pra respirar e poder sorrir de alegria, afinal, você chegou.
E depois de um longo abraço te olho meio que sem saber como agir... Te beijo ou não? Ah! Deixa como está, depois de tanto tempo, preciso te olhar de verdade.
E a noite passa como que num estalar de dedos. O jantar passa rápido e o filme também. É um tal de não saber como agir, o que dizer, de tudo me perguntar mentalmente: “Será que devo?”
Sinto-me como uma adolescente diante do primeiro amor, quando não sabe o que dizer, como agir. Mas é sempre tão bom estar com você. Sentir seu cheiro, seu abraço, mesmo depois de tanto tempo.
Tomara que isso se repita e essa paz e alegria que eu sinto possa durar muito, mas muito tempo.

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

O pensamento voa



E assim de repente no meio da tarde, no meio do expediente o pensamento voa e me leva pra bem longe daqui. E quando decido voltar trago comigo uma baita saudade e uma imensa vontade de ter aqui entre os meus braços, num abraço longo, sem fim.
Um sorriso me vem aos lábios ao lembrar de nós dois, mas o suspiro de desapontamento surgi depois que eu lembro que não sei se um dia sentirei mais uma vez o calor do seu abraço e o seu olhar pra mim.

terça-feira, 4 de outubro de 2011

Corações nunca serão práticos





"E você, meu amigo galvanizado você quer um coração? Você não sabe o quão sortudo és por não ter um. Corações nunca serão práticos enquanto não forem feitos para não se partirem..."



O Mágico de Oz.

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Palavrinhas Mágicas






Li em algum lugar: Nunca se esqueçam das 4 palavrinhas mágicas:


"por favor", "obrigado", "licença" e "foda-se"!



Concluí que a magia está no ar, pois as uso com freqüência.


sábado, 17 de setembro de 2011

Vestígios do passado - 1


Hoje ao ler pela enésima vez tudo que escrevi sobre você, sobre nós, reavaliei todas as atitudes, todos os fatos. Vi o quanto gostei de você e o quanto foi duro admitir isso pra mim e para o mundo. Vi também o quanto nossa amizade sempre foi especial e importante. Continuo tendo certeza do valor dela.

Hoje te enxergo de maneiras distintas e contraditórias, mas tudo isso não diminui em nada o meu sentimento por você. É tudo muito estranho, muito diferente e no fundo sinto até um certo “medo” disso, pois foi esse tal desconhecido, que quando se mostrou me surpreendeu. Por mais que eu creia que está tudo superado, às vezes me questiono se de fato está e, não encontro nenhuma resposta. Não me sinto mais angustiada por isso, mas gostaria de obter respostas.

Hoje te vejo com mais defeitos que antes, te enxergo mais humano, mais normal. Sinto mais admiração também em outros aspectos e isso me espanta. É muito contradição em minha maneira de te “ler”.

No fundo não conheço quem você é de verdade. Essa sua essência que eu desejo conhecer. É essa essência que eu desejo explorar, pois creio que é isso que há de mais bonito em você.

Gostaria que você acreditasse no amor como a força motriz do universo. Que respeitasse esse sentimento. Que visse que todos nós podemos ser melhores ao senti-lo e ao vivê-lo

Quero-te muito bem. Quero sua felicidade e desejo que obtenha sua realização em todos os aspectos.

*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-

Hoje mexendo em minhas coisas achei esse texto que foi escrito em agosto do ano passado. Achei interessante postá-lo.

Dei um sumida, pois a minha vida deu uma movimentada absurda. Alguns probleminhas já sanados e mudanças na rotina, mas tudo sob o mais perfeito descontrole, como sempre.

Bjoks


quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Perda de vida


Só o sorriso, o amor e o prazer merecem revanche. O resto, mais que perda de tempo... é perda de vida.

Chico Xavier


Ele está certo!!

domingo, 4 de setembro de 2011

Uma questão de tempo


Essa semana foi estranha, mas no fim, apesar das perdas, tudo terminou bem.
A cada dia tenho mais certeza que nada vai me abalar e que Deus está comigo.

Essa semana ouvi alguma coisa parecida com uma parte da frase abaixo, mas que analisando a minha vida nasceu a seguinte afirmativa:

EM MINHA VIDA A VITÓRIA É CERTA. NÃO É UMA QUESTÃO DE "SE" É APENAS UMA QUESTÃO DE "QUANDO".

Sei que será em breve, pois já cantava Renato Russo: Quem acredita, sempre alcança.


domingo, 28 de agosto de 2011

A paz invadiu o meu coração


Sabe aquela sensação de dever cumprido? De estar no caminho certo? Então é assim que me sinto com relação à vida: Que por mais que haja pedras, estou no caminho certo. Escrevendo a minha história de acordo com o que é correto e justo, procurando fazer por merecer.

Por mais que em certos momentos isso doa, nesse momento não sinto medo das conseqüências, não me sinto insegura com relação as minhas atitudes, sei que independente do fim que eu quero, encontrarei exatamente o que mereço.

Aprendi que na vida devemos dizer a Deus o que queremos, porém pedir o que merecemos, e o mais importante, o que estamos preparados para administrar.

Na época em que eu era católica (isso, mudei de religião) sempre pedi a Deus, em minhas orações, que me capacitasse para que entendesse os seus desígnios, hoje continuo a pedir isso, mas peço também que eu consiga arcar com a responsabilidade da missão recebida, essa tal coisa que chamamos de vida.

Por tudo que aconteceu semana passada, por tudo que sinto, por tudo que venho fazendo, me sinto, como diria Chico César: “Em paz com o mundo e comigo”.

Estou seguindo meu coração, pois ele é verdadeiro e é através dele que sentimos nossa verdade e a verdade que emana dos céus. Ele não me engana e tem dado certo.

Agora é continuar a caminhar em passos lentos, um de cada vez, para que não haja tropeços e que se houver, rapidamente eu possa me levantar sem perder meu rumo. Que se doer, eu até me permita chorar, mas não mais parar a fim de me lamentar pelo que não saiu bem como o esperado. Que se eu cansar eu possa diminuir o ritmo, e aí sim me permitir parar, mas somente para descansar e levantar-me mais forte e revigorada, como ficamos após uma noite de sono.

Que eu não me permita desanimar e trace meu caminho de forma correta.

Boa semana a todos.

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Temporada Das Flores - Leoni






Temporada das Flores
Composição: Leoni

Que saudade agora me aguardem,
Chegaram as tardes de sol a pino,
Pelas ruas, flores e amigos,
Me encontram vestindo meu melhor sorriso,
Eu passei um tempo andando no escuro,
Procurando não achar as respostas,
Eu era a causa e a saída de tudo,
E eu cavei como um túnel meu caminho de volta.


Me espera amor que estou chegando,
Depois do inverno a vida em cores,
Me espera amor nossa temporada das flores
.

Eu te trago um milhão de presentes,
Que eu achava que já tinha perdido,
Mas estavam na mesma gaveta,
Que o calor das pessoas e o amor pela vida...

Me espera estou chegando com fome,
Preparando o campo e a alma pra as flores,
E quando ouvir alguém falar no meu nome,
Eu te juro que pode acreditar nos rumores.

Me espera amor que estou chegando,
Depois do inverno a vida em cores,
Me espera amor nossa temporada das flores.

Me espera amor que estou chegando,
Depois do inverno é a vida em cores,
Me espera amor nossa temporada das flores.

Me espera amor que estou chegando,
Depois do inverno é a vida em cores,
Espera amor nossa temporada das flores.

Me espera amor que estou chegando,
Depois do inverno é a vida em cores,
Espera amor nossa temporada das flores.

Fui ao show do Leoni na sexta. Essa música e dublê de corpo ficaram na minha cabeça, mas essa é especial.
Estou em paz comigo.
Obrigada pelas constantes visitas.

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

O que preciso.


Tudo o que eu mais preciso nesse momento é um abraço longo, verdadeiro. Onde fosse possível sentir as batidas de cada coração entrando no mesmo compasso. Em um silêncio compreensivo, para que nada precisasse ser dito ou explicado, mas que o carinho necessário fosse transmitido e recebido com muito amor. E assim todas as angústias, medos, erros ou acertos fossem esquecidos e um começar de novo, do zero fosse iniciado.
Hoje faço jus ao provérbio chinês que diz: "Me ame quando eu menos merecer,
pois é quando eu mais preciso."
Em meio a tantas buscas em vão, continuo a ter as mesmas certezas. Esses versos descrevem perfeitamente meu momento:

"...Já olhei tantas vezes pro lado
Mas quando penso em alguém
É por você que fecho os olhos..."

Jota Quest

Mesmo olhando pros lados e vivendo outras experiências, sei exatamente quem me tira da solidão e me leva aos céus pela simples razão de estar comigo e dizer: Meu anjo.

domingo, 14 de agosto de 2011

NAQUELA MESA - Dia dos Pais



Hoje é dia dos pais. Meu pai sempre foi minha mãe. A ela devo tudo, mesmo com tantos desentendimentos e falhas de ambas as partes. A amo muito.
Meu primeiro e eterno pai foi meu avô de quem lembro primeiro ao ouvir Pai ou essa música. É o meu referencial de homem, de marido, de pai, de profissional, de pessoa esforçada. Convivemos muito pouco, mas há lembranças muito nítidas em minha mente. Sei que de onde estiver olha por nós. O nosso amor nos une até os dias de hoje, afinal, a morte é do corpo físico.
Minha segunda referência masculina foi meu Pai de criação e do coração. Morreu atropelado em 2003. Sinto muita falta dele até hoje e torço para que ele esteja bem do outro lado da vida. O amo demais.
O meu pai biológico nunca foi referencial pra mim. Faleceu há pouco mais de 1 ano com câncer. Não desejava isso a ele. Agradeço a Deus por ter apagado de meu peito toda a mágoa e o rancor. Desejo que ele trilhe um caminho de paz e luz.
Hoje pensei muito em meu tio também. Fará dois anos que ele faleceu dia 15/09 e dia 24 seria seu aniversário.
Minha família nunca foi unida. Durante o câncer dele e o da minha mãe nos aproximamos muito, mas não foi o suficiente para convivermos, porém o que ficou claro é que há muito amor nosso por ele e dele e das minhas primas por nós. Hoje penso e sinto por tudo que poderia ser e não foi. Sinto falta do que não vivi e ao mesmo tempo sinto uma falta enorme do meu tio. O amor nos aproximou e nos manterá unidos eternamente. Siga em paz.


Hoje a mesa aqui em casa teve alguns lugares vagos. Me permiti chorar escondida para não deixar minha mãe triste ou com saudade.
Há quem ainda tem seus queridos vivos aproveitem ao máximo, pois é muito ruim querer ouvir a voz, o cheiro, sentir o abraço e não ter.

Feliz dia dos Pais.

*********************************************************************
Letra da música do vídeo acima:

Naquela Mesa

Nelson Gonçalves

Composição: Sérgio Bittencourt

Naquela mesa ele sentava sempre
E me dizia sempre o que é viver melhor
Naquela mesa ele contava histórias
Que hoje na memória eu guardo e sei de cor
Naquela mesa ele juntava gente
E contava contente o que fez de manhã
E nos seus olhos era tanto brilho
Que mais que seu filho
Eu fiquei seu fã
Eu não sabia que doía tanto
Uma mesa num canto, uma casa e um jardim
Se eu soubesse o quanto dói a vida
Essa dor tão doída, não doía assim
Agora resta uma mesa na sala
E hoje ninguém mais fala do seu bandolim
Naquela mesa ta faltando ele
E a saudade dele ta doendo em mim
Naquela mesa ta faltando ele
E a saudade dele ta doendo em mim

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Certezas ou não...


Esse meu coração apertado e disparado me confundi, me atordoa sem saber qual caminho seguir.

Coloquei tantos pontos finais em minha vida nos últimos meses, que julguei que tivesse colocado um ponto final nisso também, mas pensando um pouco melhor vejo que o ponto final foi na história e não no coração.

A mudança do Meu Anjo Negro mexeu muito comigo, mas tenho consciência de que não o amava, mas sei do quanto gosto dele e ele de mim. Acho que sinto mais por saber que ele está lá sozinho e que alguém que estava sempre junto a mim, era um amigo, conselheiro e alguém que me devolvia o chão.

Mas meu coração há muito já tem outro dono. É uma história tão boa de lembrar... Mas ele faz tudo ficar melhor quando está perto de mim. Muitas vezes não acredito que nos acertemos, mas é por ele que meu coração acelera e dói.

Sinto a necessidade de definir tudo isso e seguir meu caminho em busca de novos horizontes, mas a certeza que eu sempre tive com relação ao sentimento dele por mim invade meu peito e vem a certeza que tudo se acertará. E a paz volta. Fica só a saudade e a sensação de tempo perdido. Acredito que tudo entrará nos eixos, seja com ele ou sem ele, mas lá no fundo sinto que em algum momento tudo voltará a ser como antes.

Que eu esteja certa.

Torçam por mim.

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Férias e Projetos


Estou de férias desde semana passada. Não viajei e não viajarei. Só tirei esses dias para descansar a cabeça e o coração.

Muitas mudanças estão ocorrendo em minha vida. Eu aproveitei esse período para colocar as idéias no lugar, planejar o futuro e cuidar de mim.

Mês que vem confirmarei e iniciarei algo que mudará minha vida. Isso tem me feito pensar muito. Tal mudança exigirá de mim muita dedicação, cuidado e disciplina.

Aproveitei para começar uma dieta, fazer esteira e começar no pilates, já que academia sempre compromete meus joelhos. Tem sido legal. Até dezembro pretendo emagrecer uns 6kg. Ficar linda, bela e mais magra.

Estou sem inspiração hoje. Queria estar do outro lado do país. Até o Globo Repórter de hoje está me boicotando falando sobre o Amazonas.

Voltarei com novidades.

domingo, 31 de julho de 2011

Meu Anjo Negro - A distância


Meu anjo negro foi embora. Recebeu uma promoção e foi pro outro lado do país. Sabia disso desde o ano passado, mas desde que soube chorei muito. Saber que ele estará longe não é legal. Terminamos há bastante tempo, mas virava e mexia ficávamos juntos. Acredito que nunca tenha desejado tanto que um relacionamento desse certo como foi com ele.

Ele apareceu pra me tirar do fundo do poço. Ajudou-me a escrever outras páginas do meu espetáculo. Fez com que eu me reencontrasse como pessoa e como mulher. Foi, e é meu amigo, meu ombro gostoso, me dá o abraço mais longo e mais aconchegante, quando não tenho palavras para expressar o que sinto, sempre me mostra o lado legal da história, mas não deixa de apontar as pedras que talvez eu encontre. Sempre foi paciente, carinhoso. Sempre falou pouco, mas seu olhar e seus gestos me foram suficientes em diversos momentos. Respeitou meus medos e inseguranças, mas fiz com que os dele despertassem.

Meu medo sempre muito traiçoeiro comigo fez com que eu o magoasse, mas o NOSSO medo, NOSSA insegurança nos impediu de seguir.

Por diversas vezes, mesmo depois de meses sem nos falarmos, ele apareceu e pediu que eu fosse com ele, mas esse tipo de mudança não é assim. E já havia outro alguém em meu coração.

Na quarta-feira a noite ele esteve aqui em casa. Disse que não poderia ir embora sem me ver. Deu-me um beijo, um abraço trêmulo, disse que nunca vai me esquecer, que quer me ver lá. Mais uma vez perguntou-me se não queria ir com ele.

Sentir seu abraço forte, seu cheiro, seu carinho, sua voz ao meu ouvido se despedindo, fez passar em minha mente em poucos minutos toda nossa história, tudo o que ele significa pra mim e principalmente, lembrar tudo o que desejo pra ele.

Não consegui falar apenas chorei e disse que desejava a ele toda felicidade do mundo, e que independente dos acontecimentos futuros ele sempre estará em meu coração como alguém muito especial em minha vida, na minha história. Ele sempre representará um anjo em minha vida. Que me fez bem, que me mostrou Deus nas pessoas, que me fez crer no amor novamente.

Agora a pouco nos falamos via MSN. Ele já está lá, mas diz que o coração está aqui. O meu ficou apertado e às vezes sinto lá no fundo do coração um desejo que nós tivéssemos, de fato, dado certo. Há uma ligação entre nós que não sei explicar. Eu o adoro e espero que a distância não afaste nossos corações.

Que Papai do Céu abençoe essa nova fase da vida dele e o proteja de todo o mal.

terça-feira, 26 de julho de 2011

Homenagem: Dias dos Avós




Dona Cila
Maria Gadú

De todo o amor que eu tenho
Metade foi tu que me deu
Salvando minha alma da vida
Sorrindo e fazendo o meu eu

Se queres partir, ir embora
Me olha da onde estiver
Que eu vou te mostrar que eu to pronta
Me colha madura do pé

Salve, salve essa nega
Que axé ela tem
Te carrego no colo e te dou minha mão
Minha vida depende só do teu encanto
Cila pode ir tranquila
Teu rebanho tá pronto

Teu olho que brilha e não para
Tuas mãos de fazer tudo e até
A vida que chamo de minha
Neguinha, te encontro na fé

Me mostre um caminho agora
Um jeito de estar sem você
O apego não quer ir embora
Diaxo, ele tem que querer

Ó meu pai do céu, limpe tudo aí
Vai chegar a rainha
Precisando dormir
Quando ela chegar
Tu me faça um favor
Dê um manto a ela, que ela me benze aonde eu for

O fardo pesado que levas
Desagua na força que tens
Teu lar é no reino divino
Limpinho cheirando a alecrim

******************************************************

Meu avô já mora com Papai do Céu, mas nosso amor nos mantém sempre juntos, pois é eterno. Minha avó está doente e sua memória se foi, mas a minha não. Lembro de quem ela foi, pot isso respeito, quem ela é. A amo demais, mesmo dodói não quero ficar sem ela.

No mais é só, pois estou em prantos e no trabalho.

domingo, 24 de julho de 2011

As portas


É ruim a sensação de se sentir incompreendida. É assim que me sinto. Caminhei por mais de uma hora ontem à noite pelas ruas do bairro, pelo shopping que fica próximo da minha casa... Entrando e saindo em lojas a procura de nada, só para evitar deixar que a raiva e o choro me dominassem.

O envelhecer nos faz mais exigente com os outros que julgamos que cresce a nossa volta. Determinadas atitudes são intoleráveis, certas posturas inadmissíveis. A convivência fica cada vez mais difícil. Tenho tentando ser mais flexível, mas acredito que a flexibilidade, no tocante a convivência, é uma via de mão dupla e temos que abrir mão do que desejamos por mero capricho ou algo parecido para nos satisfazer, mas não há flexibilidade para o que é errado, sujo, desrespeitoso.

Nos últimos anos planejei e abandonei por diversas vezes, por razões diversas, meu maior projeto, que é ter meu canto. E agora que há a possibilidade para tal feito, tinha desistido em prol de outros projetos mais grandiosos, mas acredito que chegou a hora de decolar em vôo solo. Queria razões diferentes e uma forma diferente, mas já que não se faz possível, abrirei a porta que algumas vezes já me foi apontada, por pessoas diferentes, para seguir meu caminho. Por ela cruzarei e trilharei com as bênçãos de Deus o meu caminho, a minha vida, a minha solidão, a minha incompreensão.

Não posso abrir mão de ser a minha verdade em favor da satisfação das vontades de alguém que é irresponsável com orgulho. A vida exigiu que eu crescesse não me ofereceu as oportunidades de relaxar, tive que aproveitar cada oportunidade encontrada, procurar e abrir muitas portas. Não pude esperar a oportunidade aparecer tive que criá-la. Há quem pudesse esperá-la e assim o fez, e se o fez é porque alguém se sacrificou e eu não mais me sacrificarei em nenhum sentido, em nenhum aspecto.

Trilhei meu caminho com êxito em muitos aspectos, talvez em todos. E se a vida é uma escola, sempre fui boa aluna, com deficiências em algumas matérias, fiquei em recuperação em algumas, mas sei que fui aprovada e se agora a mesma escola me desafia a e realizar essa prova é porque estudei bem essa matéria e mais uma vez serei aprovada.

As dificuldades encontradas, as cobranças que me eram feitas e o não ter em quem se apoiar em diversos momentos, me fez forte e corajosa, por isso todos acham que eu posso passar por tudo, superar tudo, ouvir tudo, chorar um pouco, levantar a cabeça e seguir sem que nenhuma ferida aberta, sem que nada doa, mas não é bem assim. Aqui dentro há alguém que sofre e não tem mais razões para se acovardar ou se preocupar como ficarão quando eu me for. Eu me vou e todos serão. A porta está lá e os dedos me mostrando o caminho, poucos enxergam, mas há uma luz linda lá fora que me diz que tudo dará certo.

********************************************************

Um pequeno desabafo. Obrigada pelas visitas de todos. Pelos elogios enviados de diversas formas.

domingo, 17 de julho de 2011

Onde você habita


Você ainda habita em meus sonhos, em meus sentimentos mais nobres, em meus desejos mais impuros, em meus suspiros mais longos, em meus pensamentos mais distantes.

Cada vez que vejo uma demonstração de afeto vindo de sua parte, meu coração transborda de felicidade, por mais que a distância entre nós ainda prevaleça. O sorriso brota em meu rosto sem que eu precise forçar a barra. É natural, espontâneo... Sensações boas de sentir.

A esperança volta a brilhar no fim do túnel. Penso que os nossos medos possam ser combatidos e superados, para que possamos enfim decolar cada vez mais alto em busca do nosso sucesso, em todos os níveis da nossa vida.

Que você possa sair da esfera dos desejos e pensamentos e possa a voltar a habitar os meus dias e os meus planos como antes.

segunda-feira, 11 de julho de 2011

Das cartas que não enviei - o Medo 1


E se por várias vezes me questionei se realmente gostava de você ou sofria por não ter conseguido superar os meus medos e angústias, acredito que tenha tido a prova que precisava para saber que eu ainda sou louca por você. Jota Quest já canta "Já olhei tantas vezes pro lado / Mas quando penso em alguém / é por você que fecho os olhos"... Então é isso: é por você que fecho os olhos, mas não restou nem uma luz no fim do túnel.
Meu medo me vence e me faz infeliz por tamanha covardia. Até perante a Deus me envergonho. Queria tanto te encontrar mais uma vez e te encontrei por mais quatro vezes e sufoquei dentro de mim tudo o que sinto, por medo. Medo de perder o pouco que ainda me resta, medo de não te fazer bem (talvez o maior medo e a maior angústia que sinto), medo de te fazer sofrer, já que nem meus textos lê por medo de encarar essa verdade.
Há uma frase que diz: "Não peça para Deus guiar seus passos, se você não está disposto a mover seus pés." Pedi tanto a Deus e não movi meus pés. Fiquei estática diante de ti, me sentindo acoada em um canto. Meu coração palpitando a ponto de explodir e eu sem reação.
Agora, tem dias que passam que eu nem lembro, mas tem dias que o mundo parece conspirar para que todos os sentimentos despertem aqui dentro e faça tudo transbordar em lágrimas ou profundo silêncio.
Tem sido um período confuso e dolorido, onde apenas o teclado e o monitor me "me fazem desabafar". Cansei de me lamentar com os amigos. Todo mundo cansa de ouvir sempre a mesma história né?!
Toda essa incerteza, todo esse medo me paralisa, me enfraquece como pessoa, como mulher e me faz perder o rumo da minha vida nesse aspecto.
Não quero te fazer mau ou te atrapalhar em seu progresso, apenas dizer o quanto você é especial e o quanto eu gosto de você.

quarta-feira, 6 de julho de 2011

O Grande Homem


Nós homens nos caracterizamos por ser o sexo forte, embora muitas vezes caiamos por debilidade.
Um dia, minha irmã chorava em sua casa…
Com muita saudade, observei que meu pai chegou perto dela e perguntou o motivo de sua tristeza. Escutei-os conversando por horas, mas houve uma frase tão especial que meu pai disse naquela tarde, que até o dia de hoje ainda me recordo a cada manhã e que me enche de força. Meu pai acariciou o rosto dela e disse:
“Minha filha, apaixone-se por Um Grande Homem e nunca mais voltará a chorar”.
Perguntei-me tantas vezes, qual era a fórmula exata para chegar a ser esse grande homem e não deixar-me vencer pelas coisas pequenas. Com o passar dos anos, descobri que se tão somente todos nós homens lutássemos por ser grandes de espírito, grandes de alma e grandes de coração, o mundo seria completamente diferente!
Aprendi que um Grande Homem… não é aquele que compra tudo o que deseja, porque muitos de nós compramos com presentes a afeição e o respeito daqueles que nos cercam.
Meu pai lhe dizia:
“Não se apaixone por um homem que só fale de si mesmo, de seus problemas, sem preocupar-se com você… Enamore-se de um homem que se interesse por você, que conheça suas forças, suas ilusões, suas tristezas e que a ajude a superá-las.
Não creia nas palavras de um homem quando seus atos dizem o oposto.
Afaste de sua vida um homem que não constrói com você um mundo melhor… Ele jamais sairá do seu lado, pois você é a sua fonte de energia..
Foge de um homem enfermo espiritual e emocionalmente, é como um câncer, matará tudo o que há em você (emocional, mental, física, social e economicamente)
“Não dê atenção a um homem que não seja capaz de expressar seus sentimentos, que não queira lhe dar amor.
Não se agarre a um homem que não seja capaz de reconhecer sua beleza interior e exterior e suas qualidades morais.
Não deixe entrar em sua vida um homem a quem tenha que adivinhar o que quer, porque não é capaz de se expressar abertamente.
Não se enamore de um homem que ao conhecê-lo, sua vida tenha se transformado em um problema a resolver e não em algo para desfrutar”. Não se apaixone por um homem que demonstre frieza, insensibilidade, falta de atenção com você, corra léguas dele.
“Não creia em um homem que tenha carências afetivas de infância e que trata de preenche-las com a infidelidade, culpando-a, quando o problema não está em você, e sim nele, porque não sabe o que quer da vida, nem quais são suas prioridades”.
Por que querer um homem que a abandonará se voce não for como ele pretendia, ou se já não é mais “ útil ”? … Por que querer um homem que a trocará por um cabelo ou uma cor de pele diferente, ou por uns olhos claros, ou por um corpo mais esbelto? Por que querer um homem que não saiba admirar a beleza que há em você, a verdadeira beleza… a do coração?
Quantas vezes me deixei levar pela superficialidade das coisas, deixando de lado aqueles que realmente me ofereciam sua sinceridade e integridade e dando mais importância a quem não valorizava meu esforço?
Custou-me muito compreender que GRANDE HOMEM não é aquele que chega ao topo, nem o que tem mais dinheiro, casa, automóvel, nem quem vive rodeado de mulheres, nem muito menos o mais bonito.
Um grande homem, é aquele ser humano transparente, que não se refugia atrás de cortinas de fumaça, é o que abre seu CORAÇÃO sem rejeitar a realidade, é quem admira uma mulher por seus alicerces morais e grandeza interior. Um grande homem é o que cai e tem a suficiente força para levantar-se e seguir lutando…

Hoje minha irmã está casada e feliz, e esse Grande Homem com quem se casou, não era nem o mais popular, nem o mais solicitado pelas mulheres, nem o mais rico ou o mais bonito.
Esse Grande Homem é simplesmente aquele que nunca a fez chorar… É QUEM NO LUGAR DE LÁGRIMAS LHE ROUBOU SORRISOS… Sorrisos por tudo que viveram e conquistaram juntos, pelos triunfos alcançados, por suas lindas recordações e por aquelas tristes lembranças que souberam superar, por cada alegria que repartem e pelos 3 filhos que preenchem suas vidas.
Esse Grande Homem ama tanto a minha irmã que daria o que fosse por ela sem pedir nada em troca… Esse Grande Homem a quer pelo que ela é, por seu coração e pelo que são quando estão juntos. Aprendamos a ser um desses Grandes Homens, para vivenciar os anos junto de uma Grande Mulher e NADA NEM NINGUÉM NOS PODERÁ VENCER!

Arnaldo Jabor

quinta-feira, 30 de junho de 2011

O primeiro encontro - É a hora de ir pra cama?


Toda mulher em algum momento da vida se fez a seguinte pergunta: Ir pra cama no primeiro encontro pega mal? É errado? O que será que o cara vai pensar?

A mulher que disser que não, está mentido, por mais segura que seja, em algum momento já se perguntou isso, pode até ser que tenha chegado à conclusão de que essa é uma decisão dela e pouco importa os outros, inclusive o cara (afinal no reino animal sempre é a fêmea que escolhe com quem vai acasalar e quando), mas que pensou, pensou.

Acredito que essa escolha é muito particular e não cabe a minha pessoa generalizar as escolhas feitas pelos outros. Normalmente ouço a ala masculina dizer que não tem nada a ver ir pra cama no primeiro encontro (principalmente quando a “presa” a ser atacada sou eu), porém dos meus amigos, nas rodas de conversa, normalmente ouço que não tem nenhum problema quando o casal já se conhece (amigos) agora se a menina for alguém que acabou de conhecer e ele seduz vira troféu. Isso mesmo: troféu. Se sentem “o cara”: “Fui, cheguei e créu”.

As mulheres por sua vez sabem diferenciar bem “um investimento, seja a longo prazo ou não ,” de um “freelancer”. Na maioria das vezes julgam esses caras que querem fazê-las de troféu da mesma forma que eles as julga: “Não dá pra levar esse cara a sério. Quer levar todas pra cama e só”.

A verdade é que cada um tem sua opinião sobre o assunto e age de acordo com a sua vontade e princípios. Pode ser sinônimo de insegurança pra uns e de segurança pra outros. Pode ser certo pra uns e errado pra outros. O que vale é ser feliz e fazer tudo valer a pena.

A maturidade (tema do próximo post) traz essa vantagem de aceitar o outro como ele é sem radicalismos. Eu com uma boa taurina com ascendente em virgem sou metódica e gosto de ser seduzida. Ir pra cama de cara não é legal. Respeito meus instintos e costumo segui-los, não sou de fazer tipo, mas gosto da arte da sedução. Gosto de ver o outro demonstrar interesse e insistir no que quer. É período de “envolvimento”, profundo ou não (sentimentalmente falando). Gosto de conhecer o corpo do

outro e permitir que conheçam o meu. Esse jogo é interessante. O que ele vai pensar? Não penso muito a respeito, penso em ser o que sou de verdade.

O interessante desse jogo é saber como proceder. Já conheci gente interessante. Já conheci homem que achava que eu era difícil e se fazia de santinho, fazendo o tipo: “Olha pode ficar comigo, eu sou pra casar”. E eu fazendo o jogo, já tendo em mente: “Vou te dar corda pra que você se enforque. RS” Dito e feito. Já teve aqueles que eu pensei que nesse período de “sedução” seria fantástico e descobri que não valeria à pena nem um próximo encontro, cara chato, frio, e sem “tato” para essas coisas do corpo. Nesse período de envolvimento também já descobri pessoas fantásticas e me apaixonei (permaneço apaixonada).

Viver é correr riscos. Seja no primeiro, terceiro, quinto ou até mesmo o último, o mais importante é viver com intensidade o que se propõem, sem neuras. O que o cara vai pensar pesa muito quando esse cara significa algo em sua vida, mas o mais importante é o que você vai sentir, antes, durante e depois. Por isso, equilibrar instintos e princípios é necessário, pois se sentir usada, não vale. Só é usado quem se permite.

Como disse uma mulher de verdade sabe diferenciar um homem de outro e sabe qual a atitude mais adequada quando surge a pergunta: “Me render ou não às minhas vontades e instintos”?

domingo, 26 de junho de 2011

Processos

A frase que melhor descreve o meu momento é:

"Às vezes me dá enjôo de gente. Depois passa e fico de novo toda curiosa e atenta. E é só."
Clarice Lispector

Tenho andando meio que enjoada das pessoas. O problema não são
elas, sou eu mesmo. Acho que ando tã
o perdida nesses processos de mudanças, nas escolhas que tenho que fazer, naquelas que estou adiando que enjoei de tudo, inclusive e, principalmente, das pessoas. Sinto a necessidade de ficar só, mas não é um processo triste é só a vontade de ouvir a minha voz inte
rior. É estranho, pois parece que prec
iso me reinventar, mas me encontro tão bem resolvida comigo... Acho mesmo é que preciso co
nhecer gente nova e estabelecer novos projetos e / ou dar cara nova aos antigos.
Renovação. Talvez essa seja a palavra de ordem do meu momento.
Que eu possa me renovar e me desfazer daquilo que já não mais me serve e me impede
de evoluir.

sexta-feira, 24 de junho de 2011

De Janeiro a Janeiro

De Janeiro A Janeiro

Composição: Roberta Campos

Não consigo olhar no fundo dos seus olhos
E enxergar as coisas que me deixam no ar, me deixam no ar
As várias fases, estações que me levam com o vento
E o pensamento bem devagar

Outra vez, eu tive que fugir
Eu tive que correr, pra não me entregar
As loucuras que me levam até você
Me fazem esquecer, que eu não posso chorar

Olhe bem no fundo dos meus olhos
E sinta a emoção que nascerá quando você me olhar
O universo conspira a nosso favor
A conseqüência do destino é o amor, pra sempre vou te amar

Mas talvez, você não entenda
Essa coisa de fazer o mundo acreditar
Que meu amor, não será passageiro
Te amarei de janeiro a janeiro Até o mundo acabar

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Escondida


Tem dias que tudo o que eu quero é ter como ficar igual ao gatinho da imagem: ESCONDIDA.
Esconder-me do mundo. Ficar quieta em um canto sem ninguém pra me incomodar, tentando achar as respostas que busco dentro de mim.Esse período tem sido muito confuso por inúmeras razões, mas vou superar. Tenho fé que vou.

quinta-feira, 16 de junho de 2011

E nem o erro é desperdício



"O tempo faz tudo valer a pena
E nem o erro é desperdício"

O Avesso Dos Ponteiros - Música Interpretada Ana Carolina


Que eu tenha tempo de corrigir os erros que valeram a pena, para me fazerem melhor hoje do que ontem.

Que o tempo não passe sem que eu mude para que esses erros não mais se repitam.

Que eu tenha força e coragem de enfrentar meus medos para que eu os possa cometer menos vezes por me acovardar.

Que eu me perdoe por todos os erros que eu cometi e que por essa razão a vida não caminhou como deveria, pois não adianta culpar os outros, sou eu a responsável pelas minhas atitudes e pela minha vida e sou também a maior interessada na minha felicidade.

sábado, 4 de junho de 2011

Sufocada





"O que tem me mantido vivo hoje é a ilusão ou a esperança dessa coisa, "esse lugar confuso", o Amor um dia. E de repente te proíbem isso. Eu tenho me sentido muito mal vendo minha capacidade de amar sendo destroçada, proibida, impedida."
Caio Fernanado Abreu



Tendo que sufocar todo amor que pulsa em meu peito. As vezes me parece que falta o ar e que de fato estou sendo sufocada. São tantos bons sentimentos que precisam sair aqui de dentro de mim e não consigo... Eu temo por perdê-lo de vez. Temo perder a oportunidade de te ganhar de vez ou não.... é uma confusão de sentimentos, certezas e incertezas... é a segurança de saber o que acontece dentro de mim e a insegurança total ao te ver, e de repente toda angústia acabar no abraço longo, onde encontro o abrigo, o afago que sempre procurei. É o não saber agir. É o não conseguir te olhar nos olhos, pois você me verá através deles... verá minha alma e meu coração, que ainda é seu.

terça-feira, 31 de maio de 2011

Ele pode...



"Ele pode estar olhando tuas fotos neste exato momento. Por que não? Passou-se muito tempo, detalhes se perderam. E daí? Pode ser que ele faça as mesmas coisas que você faz escondida, sem deixar rastro nem pistas. Talvez, ele passa a mão na barba mal feita e sinta saudade do quanto você gostava disso. Ou percorra trajetos que eram teus, na tentativa de não deixar que você se disperse das lembranças. As boas. Por escolha ou fatalidade, pouco importa, ele pode pensar em você. Todos os dias. E, ainda assim, preferir o silêncio. Ele pode reler teus bilhetes, procurar o teu cheiro em outros cheiros. Ele pode ouvir as tuas musicas, procurar a tua voz em outras vozes. Quem nos faz falta, acerta o coração como um vento súbito que entra pela janela aberta. Não há escape. Talvez, ele perceba que você faz falta e diferença, de alguma forma, numa noite fria. Você não sabe. Ele pode ser o cara com quem passará aquele tão sonhado verão em Paris. Talvez, ele volte. Ou não."
(Autor Desconhecido
)

sexta-feira, 13 de maio de 2011

Você Me Encantou Demais

Você Me Encantou Demais - Natiruts




Você me encantou demais
Mostrou seu coração do que ele é capaz
Por isso eu quero te dizer
Que a flor dessa canção sempre será você
Seu beijo despertou paixão
Desculpe se me apressei, pois nada foi em vão

O que eu desejo a você
É que os deuses do amor estejam a te proteger
E que o verão no seu sorriso nunca acabe
E aquele medo de viver um dia se torne um grande amor
Vou te falar, mas acho que você já sabe
Você apaixonou, alucinou, descompassou, meu coração
Meu coração

Você me fez sonhar demais
Chegou, sorriu, beijou, mostrou como se faz
Por isso eu quero te falar
Que os As dessa canção eu fiz só pra te dar
Seu jeito lindo fez arder
Fiquei feito vulcão fervendo por te ver
O que eu desejo a você
É que os deuses do amor estejam a te proteger
E que o verão no seu sorriso nunca acabe
E aquele medo de viver um dia se torne um grande amor
Vou te falar, mas acho que você já sabe
Você apaixonou, alucinou, descompassou, meu coração
Meu coração


********************************


Essa música marcou demais.

Não há muito o que dizer. Nesse momento tudo o que preciso é encontrar as respostas em meu coração.

domingo, 17 de abril de 2011

Eu o busco...


Eu busco o amor, mas o amor que seja capaz de extrair de mim o meu melhor e vice versa. O amor oferecido e não exigido. “Não vale o compromisso vale mais o coração". Não quero namoro, casamento ou similares que muitas vezes se tornam prisões. Eu quero apenas o amor. O amor onde a exclusividade é oferecida, pois não há espaço para outra pessoa, não há vontade de outra pessoa. Ai o amor... Meu desejo mais profundo e minha necessidade mais urgente.

segunda-feira, 28 de março de 2011

Mais um vez... Mesmo que seja a última

Sinto a necessidade de te ver mais uma vez, que seja até a última, mas que haja a próxima. Há tanto a ser dito. Há muito a ser revelado sobre o que pulsa em meu peito. Preciso olhar em seus olhos e tentar enxergar sua alma. Tentar saber se ainda há em você algum vestígio de mim. Se ainda há uma alguma vontade além do desejo mútuo que sempre existiu, mas nunca foi o que “nos uniu”. Preciso olhar em seus olhos, preciso ouvir você dizer tudo o que já escreveu pra mim. Preciso sentir e ver suas reações, suas emoções, sem que haja fuga, por mais que haja medo. Necessito enxergar coragem em ti... Enxergar vontade de superar tudo o que te impede de seguir em busca do que te faz, verdadeiramente, feliz Preciso acalmar meu coração e saber por onde seguir sem alimentar falsas esperanças, sem aguardar o que talvez não aconteça. “Eu preciso te ganhar ou perder sem engano”. Por mais que a verdade faça meu peito sangrar e me fira a alma, eu quero a verdade. Existe dentro de mim a certeza de que me fiz especial por alguma razão, em algum momento e essa certeza alimenta meus sonhos e a minha vontade de te ter sempre por perto, a cuidar de mim, a me dar colo e a me fazer enxergar a vida com outros olhos, ao extrair de mim o meu melhor. Preciso de ti, nem que seja pela última vez.

quinta-feira, 10 de março de 2011

O amor e os medos

Hoje ao ouvir a música Pétala do Djavan quando ele canta “Por ser amor invade e fim” tantas coisas se fizeram entender dentro do meu coração.
Após tantos casos confusos, tantas paixões avassaladoras, restou um coração carente e ferido. Muitas vezes me vi descrente desse sentimento chamado amor, me vi refém da carência, mentindo pra mim, fingindo acreditar que certos envolvimentos “dariam certo”. Desiludida e machucada, optei por fechar as portas de meu coração e não dar mais chances a nada e a ninguém. Recolhi-me por alguns meses, fiquei sozinha tentando me redescobrir, na certeza que o amor surge de repente e quando menos se espera.
Não estava enganada. O amor entra sem pedir licença, chega sem avisar, se acomoda sem ser notado, vem de onde menos se espera e quando percebemos tudo está diferente, alguém se faz especial por ser o que é, com seus erros e defeitos, com sua beleza ou não. Ele vem e traz o coração palpitando mais forte quando se encontra o ser amado, o frio na barriga, a felicidade ao ver a plaquinha do MSN subir, no “bom dia” no Gtalk durante o trabalho, nos torpedos no celular pra falar nada, nas discussões sobre política, na admiração e no respeito conquistado a cada dia e cada vez mais. O amor traz o se mostrar sem ter medo, sem vergonha, sem se importar com o julgamento que poderá ser feito. É ser o que se é, pura e simplesmente.
Mas o amor traz também uma malinha com traumas e medos, conquistados a partir de nossas tentativas fracassadas. Para alguns pesa muito a ponto de não se conseguir avançar. Os fantasmas retornam e ganham mais força e o sofrimento mais uma vez se faz presente. Enfrentar tudo isso, esvaziar essa mala e sarar de uma vez por todas as feridas ainda abertas é a melhor solução, mas também dói e pode machucar alguém que só se quer bem. Mas fugir e se esconder também machuca a si e a esse alguém a quem se teme ferir.
E o amor que entra sem pedir também permanece, mesmo que quem o carregue jure que não o quer. O amor é um sentimento que tem vontade própria e não adianta, pois ele é sábio podemos até nos enganar, na tentativa de esquecê-lo, mas ele é forte e se faz presente e lembrado sempre. Fugir da verdade do amor é um grande erro. Sempre restará uma dúvida, uma pergunta a ser respondida: E se eu tivesse feito de outra forma?
E eu que sempre fugi ou paralisei, pois a mala era pesada demais agora opto por enfrentar tudo isso, pois o amor me fez enxergar tudo de forma diferente, me mostrou que vale a pena deixar tudo isso pra trás, e nunca mais me arrepender por não seguir. Mas por ironia do destino há uma mala mais pesada que a minha nessa história e que eu estou disposta a ajudar desfazer. Mala que ainda está fechada, mas só o amor será capaz de abri-la.
Há algum tempo descobri a existência dessa mala, mas só agora após alguns fatos, descobri a força do meu sentimento e mesmo que o futuro não seja da maneira que eu desejo, o desfazer dessas malas será de grande importância. Que seja permitido deixar tudo isso no passado, pois se o amor se constrói, tal construção já começou a ser feita.
Que assim como na música, o amor possa simplesmente ser, invadir e fim.